IMAGEM
Capixabão
Fight Societ

» Dicas e Curiosidades

Anabolismo x Catabolismo

Dicas e Curiosidades (31/08/11)  
Com certeza você já ouviu falar sobre catabolismo e anabolismo que fazem parte da categoria de termos que as pessoas não tem familiaridade, mas é comum que os ouçam nas academias. Compreendendo como funcionam, os seus treinos poderão ter ainda mais resultados.

Catabolismo é a queima da massa magra, ou melhor, é a destruição metabólica de várias substâncias intramusculares – glicogênio, água, proteínas contráteis e não-contráteis, entre outras – que ocorre durante o treinamento. Quanto mais intenso o treino, maior o catabolismo, como suas causas podem ser definidas falta de sono, estresse, alimentação inadequada, bebida alcoólica, treino extenuante que passe da intensidade considerada normal, etc.

A autólise da proteína muscular (processo de degradação protéica) está sempre presente no nosso dia-a-dia, mas é claro que as atividades anabólicas devem suprir esse déficit que temos durante o exercício e isso só acontece quando repousamos e nos recuperamos da sessão de treinamento.

O anabolismo é o contrário, é o desenvolvimento da massa muscular, também chamada de hipertrofia. Influenciam o anabolismo: sono suficiente, alimentação adequada (com suplementação alimentar somente se necessário), periodização do treinamento, atividades físicas voltadas para a recuperação, repouso, reposição hormonal (não recomendada, a não ser por indicação médica).

Podemos dizer que quando as adaptações anabólicas são maiores que as catabólicas, sendo que elas acontecem simultaneamente no nosso organismo, acontece hipertrofia muscular. Caso este processo ocorra de forma inversa, resultará em catabolismo, com atrofia muscular ou perda de massa magra. Entretanto, o aluno não deve se assustar e achar que não cresce por esse motivo. É importante saber que o catabolismo só acontece em casos extremos, ou em casos patológicos, os quais o organismo não tem condições de sintetizar proteína, ou em atletas que passam por sessões estafantes de treinamento e sem super compensação.

No ambiente de academia, fora do treinamento visando rendimento e performance, é muito difícil acontecer. Para evitar esse processo, basta se alimentar adequadamente de acordo com a fase de treinamento, repousar e recuperar nos momentos estipulados na periodização. Desta forma acontecerá uma super compensação e a recuperação dos reservatórios energéticos.

É notável uma neura em relação à atividade aeróbia por parte dos praticantes de musculação, achando que meia hora de esteira, duas vezes na semana, comprometerá a massa magra conquistada. Vale ressaltar que o catabolismo, nestes casos, será muito difícil de acontecer, desde que o aluno siga as recomendações sugeridas. Se o aluno fizesse três treinos de corrida por dia, em alta intensidade, de segunda à sexta-feira, aí sim seria preocupante.



ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
2013 © Marcelo Guimarães - Todos os direitos reservados.