Notícias

Magrão está de olho no UFC


    (23/08/11)  

Marcelo Guimarães, o “Magrão”, confirmou a grande fase ao superar Ildemar Marajó, o “Queixinho”, no último sábado, pela 28ª edição do Jungle Fight. O atleta foi declarado vencedor por unanimidade, em luta válida pela semifinal do GP até 84kg. Na decisão, ele enfrenta Lucas Rota, que despachou Gilberto Galvão no mês passado.

A final ainda não tem data para acontecer, mas Marcelo já planeja estudar as principais características do adversário e se preparar bastante para levar o cinturão para casa. “O Lucas é um atleta duro. Pelo que vi, muito bom de trocação, e anulou completamente o jogo do Gilberto Galvão, que bota para baixo e finaliza muito bem. Mas não posso me comparar a essa luta. A luta comigo vai ser diferente. Vou treinar bastante e estudar o jogo dele para sair com a vitória”, disse o atleta em entrevista à TATAME.

Após despachar Queixinho, irmão do lutador do UFC Iuri Marajó, colocando o adversário para baixo diversas vezes, Marcelo pediu desculpas por, supostamente, não exibir um jogo vistoso em cima do ringue e explicou que já foi vaiado por não “lutar bonito”.

“Recebo muitas críticas. Uma vez lutei até no meu estado e fiquei muito triste, quando ganhei do Paulão Rodrigues por decisão unânime e recebi uma vaia. O pessoal gosta de ver trocação, mas temos que fazer nossa estratégia para ganhar. O importante é ganhar, não é lutar bonito. Mas estou tentando melhorar para agradar ao público e não ser um cara mal visto pelo pessoal, apesar de ganhar”, contou o atleta do Espírito Santo, que falou sobre seus planos. “Tenho objetivos para alcançar, como ganhar esse cinturão e, se Deus quiser, lutar no UFC”, concluiu.

Por Marcelo Barone /Tatame

Foto: Erik Engelhart