Com cara de mau, Marcelo Guimarães bate o peso para pegar Dan Stittgen pelo UFC


    (10/07/12)  

Capixaba bateu o peso com tranquilidade para evento em San José, na Califórnia, nesta quarta-feira, nos Estados Unidos

Foi com cara de mau e bastante focado que o capixaba Marcelo Guimarães bateu o peso para encarar o americano Dan Stittgen, em sua estreia pelo UFC on Fuel, nesta quarta-feira, às 18h30, em San José, na Califórnia. Marcelo, que três dias antes da pesagem precisava perder quase nove quilos para atingir os 77 kg necessários, bateu o peso com tranquilidade, atingindo a marca de 171 pounds, ou seja, 77,5 quilos, dentro do limite exigido.

 

A luta marca a estreia do campeão do Jungle Fight na maior franquia de mma do planeta. Marcelo vinha lutando entre os médios, até 84 quilos, mas quando migrou para o UFC resolveu descer para os meio-médios, onde acredita ter mais possibilidades de atingir uma luta pelo cinturão. A categoria é a mesma do também capixaba Erick Silva e duas acima de Rodrigo Damm, que atua pelo penas, com 66 quilos.

A entrada de Marcelo no UFC marca o ápice de uma trajetória de vida. Faixa preta de jiu-jitsu e especialista na luta olímpica, o capixaba já fez parte da seleção brasileira da modalidade, e depois ingressou no MMA, tendo uma trajetória de vitórias no Jungle Fight, até conquistar o cinturão no início do ano passado.

O combate contra Damm Stittgen é o segundo do card preliminar. Marcelo Guimarães tem como cartel sete vitórias, nenhuma derrota e um no contest. O lutador garantiu estar pronto para o duelo, onde quer que ele aconteça dentro do octógono. E prometeu mais uma vitória para o Espírito Santo, que já triunfou no UFC recentemente com Erick e Damm.

"Estou preparado para onde a lutar vier. Se for no chão, vai ser. Se for na trocação, vai ser. Se tiver que lutar jiu-jitsu, vou lutar. Vou buscar a vitória e tenho certeza que vou conseguir isso. Minha estratégia é bater, bater, e bater muito nele. Não vou dar mole para o gringo", destacou o capixaba

 

 

CARD PRINCIPAL
Peso-médio (até 83,9 kg) - Mark Muñoz (84,4 kg)  x Chris Weidman (84,4 kg) 
Peso-meio-pesado (até 93 kg) - Joey Beltran (93 kg) x James Te Huna (93 kg)
Peso-meio-médio (até 77,1 kg) - Kenny Robertson (77,1 kg) x Aaron Simpson (77,5 kg) 
Peso-médio (até 83,9 kg) - Francis Carmont (84,4 kg)  x Karlos Vemola (84,4 kg) 
Peso-galo (até 61,2 kg) - T.J. Dillashaw (61,7 kg)  x Vaughan Lee (61,2 kg)
Peso-leve (até 70,3 kg) - Rafael dos Anjos (70,8 kg)  x Anthony Njokuani (70,8 kg) 

CARD PRELIMINAR
Peso-galo (até 65,8 kg) - Alex Caceres (61,7 kg) x Damacio Page (61,7 kg)
Peso-mosca (até 56,7,2 kg) - Chris Cariaso (56,7 kg) x Josh Ferguson (56,7 kg)
Peso-médio (até 83,9 kg) - Andrew Craig (83,9 kg) x Rafael Natal (84,4 kg)
Peso-meio-médio (até 77,1 kg) - Marcelo Guimarães (77,5 kg) x Dan Stittgen (77,1 kg)
Peso-galo (até 61,2 kg) - Raphael Assunção (61,6 kg) x Issei Tamura (61,2 kg)